London Project 2015 – Stage Paris – Plan Voyage – le 2ème jour

Segundo dia 😀

Como somos privilegiadas, o tempo estará maravilhoso e sairemos cedo pela manhã para tomar café na rua. Provavelmente, o sol estará nascendo lá pelas 8h10 ou 8h15 (pôr do sol às 18h), então acho que sair antes das 8h é uma boa.  O trajeto seria sair pela Monge à esquerda, pegar a rue Roullin, depois Cardinal Lemoire à gauche de novo até a Pl de la Contrescarpe, passar a Mouffetard e pegar a Brainville e enfim a Estrapade desde o início e subir. A rue Clotilde fica atrás do Panthéon. Seguindo pela Estrapade até a Place de l’Estrapade, tem o Café de la Nouvelle Mairie (dica do Conexão Paris).  Ou, pegando a rue Clotaire logo após a Place de l’Estrapade saímos na Place du Panthéon e dali já caímos na rue Soufflot, onde há vários cafés, inclusive um MacDo, para alegria da Val  😀

Da frente do Panthéon (rue Soufflot), até o Boulevard Saint Michel é um pulinho e então entramos no Jardin de Luxembourg (abertura dos portões às 8h nessa época) pela entrada à esquerda da rótula (Place Edmond Rostand, o autor de Cyrano de Bergerac), o Portail Saint-Michel.  Nesse caminho, logo à direita tem a estátua da Boca da Verdade (a original está em Roma).  Seguindo reto, chegamos ao lago do jardim central.  Daí passamos na frente do Senado, saímos do círculo do lago, descemos as escadas, passamos as quadras de tênis (e buvette des marionetes, e carrossel) e chegamos na mini Estátua da Liberdade 😀  Depois seguimos em direção à Vaugirard e vamos visitar minha árvore (óiiiinnnnn), porque eu pre-ci-so atualizar minha foto lá 🙂

JardinLouxembourg

Saindo do Luxembourg pela Vaugirard (até 9h30, será que conseguimos?), indo por ela até a rue Bonaparte, e depois seguindo pela Bonaparte, chegamos na Saint Sulpice, a igreja que é lindinha e aparece no Código da Vinci.

Saindo da igreja, voltamos à Bonaparte até que ela encontre a rue du Four e chegamos na Citypharma mais famosa de Paris (para as brasileiras, pelo menos).  Parada para compras.  Ou não 😉  O teto para sair daqui em direção à St. Germain des Prés é 11h.

Seguindo a Bonaparte novamente, chegamos no Boulevard Saint Germain, bem na quadra da St. Germain des Prés. Olhamos a igreja, saímos, retornamos ao Boulevard para pegar o metrô 4 na estação Saint Germain des Prés (até Châtelet, correspondance pra linha 1 até Hôtel de Ville), ou vamos a pé seguindo a rue Bonaparte até o Sena: olhar o rio, atravessar uma das pontes para rive droite, entrar no pátio do Louvre e ir para Rivoli e Hôtel de Ville, para visitar o Paris Rendez Vous (29, rue de Rivoli – aberto de segunda a sábado das 10 às 19h), a lojinha da prefeitura de Paris que não consegui ir na última vez 😦

De lá, pegamos a linha 1 de novo até Champs Elysée Clemenceau e vamos almoçar (ou fazer um lanche, pensei em chegar no máximo 13h30) no café do Petit Palais 🙂 Depois do almoço, esticamos as pernas até a Pont Alexandre III, de onde voltamos para o lado esquerdo do Sena e para a Esplanade des Invalides.  De Invalides é possível pegar o RER C até Saint-Michel, trocar para o RER B e voltar ao hotel para deixar as sacolas.

Voltamos ao Louvre lá pelas 16h, 16h30, dessa vez para ver a Mona 😉   Louvre visto, saímos lá pelas 18h e, aí sim, andamos pelas Tuileries até La Concorde.   Do metrô na La Concorde até o meio da Champs, comprar algo na Disney talvez, entrar no Starbucks e seguir em direção ao Arco do Triunfo para subir (ingresso 9,50€) e ver a cidade lá de cima (e a Torre iluminada).  Teremos lua cheia nesse dia 😀

É uma vista bem legal porque o Arco fica na Place de l’Étoile (ou Place Charles de Gaulle), que é uma praça de onde saem 12 avenidas (de onde o nome Estrela).  A visitação encerra às 22h30, para valer a pena a pernada (são 300 e tantos degraus), temos que subir lá pelas 21h. E aí, para finalizar, falta Montmartre.

Saimos do Arco pela linha 6.  Fazemos toda a volta, até Nation, onde pegamos a 2 para descer na Blanche e olhar o Moulin Rouge.  Andamos até a rue Lepic (do lado do Moulin), onde fica o café do filme Amélie Poulan, o Café des Deux Moulins (15, rue Lepic 75018).  Do 2 Moulins é possível sair pela Lepic até um restaurante indicado pelo Conexão Paris, o Jeanne B (61, rue Lepic 75018).  Seguindo a Lepic até a rue des Abesses, encontramos a estação Abesses (linha 12), perto de onde está a praça com o Muro dos Je t’aime.  Saindo da praça e pegando a rue Yvonne le Tac, conseguimos chegar ao funiculaire pela Chappe até a Andre Barsacq, ou pela Tardieu.  Com o funiculaire vamos até o parvis da Sacré-Coeur. E, tendo visto a Sacré-Coeur, é voltar para o hotel, fechar as malas e dormir.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s